FBI Exibe Caso de Sucesso Utilizando Scrum

Dias atrás, o CIO postou um artigo relatando um caso de sucesso no uso de Agile pelo FBI (http://www.cio.com/article/714333/How_the_FBI_Proves_Agile_Works_for_Government_Agencies).

De acordo com o artigo, o projeto já havia consumido mais de US$ 1bi em mais de uma década de tentativa de desenvolvimento, passando pelas mãos de duas empresas, até que tomaram a decisão de desenvolverem o projeto internamente utilizando Scrum.

Mas o sucesso do projeto não veio simplesmente pela adoção de Scrum—e isto é uma coisa que sempre gostamos de frisar—, mas sim, pela decisão de utilizar o método de gestão mais adequado de acordo com o projeto.

Em cima disso, o GAO (Government Accountability Office) emitiu um relatório com seu parecer, onde chama a atenção alguns pontos:

  • O sucesso depende de times excepcionais (mas não necessariamente de excepcionais desenvolvedores)
  • Agile funciona mesmo em organizações extremamente burocráticas—ao contrário do que muita gente acredita.
  • Lute para ser mais ágil ao invés de tentar usar ágil. Seguir a filosofia de Agile é muito mais importante do que seguir passos determinados (mesmo que sejam fazer Agile).
  • Existem pontos bastante desafiadores: desafios quanto a colaboração, staff comprometido, falta de confiança, etc.

Mas o ponto mais importante foi a de que, embora encarassem esses desafios, os stakeholders também se comprometeram com o resultado e demonstraram atitudes bastante flexíveis às práticas ágeis. E isso fez toda a diferença. Afinal, poderiam simplesmente terem sentado em cima da burocracia e tudo teria ido água abaixo.

Enfim, sucesso com Agile é sempre possível, mas contanto que todos incorporem o espírito de Agile, vá à luta e se preparem para uma boa mudança cultural.

1 Comentário »

Categorias deste post

Agile, Scrum

Por que devo aprender Gestão de Portfólio com a Johanna Rothman?

Nos dias 10 e 11 de setembro, em São Paulo, a AdaptWorks receberá pela primeira vez no Brasil o treinamento “Manage Your Project Portfolio” com Johanna Rothman. Ela é a maior autoridade mundial quando se fala em Agile Portfolio Management, e é autora do mais importante livro sobre o tema.

Hoje em uma conversa rápida, fiz à Johanna algumas perguntas que podem lhe fazer perceber a importância que este treinamento tem na trajetória de sua empresa – e sua – com Agile. É realmente uma oportunidade única, pois trata de pontos estratégicos para as organizações e muitas vezes negligenciados dentro da comunidade ágil.

Ax: Qual a importância da Gestão de Portfólio para as organizações de TI?

Johanna: Organizações de TI (e organizações de engenharia e R&D) tem sempre muito trabalho a ser feito. A pergunta é sempre a mesma: qual trabalho deve ser feito primeiro? E isto não é uma pergunta fácil de ser respondida. A Gestão de Portfólio de Projetos é o melhor caminho obter esta resposta.

Ax: Quais são as principais diferenças entre as práticas tradicionais de Gestão de Portfólio e uma abordagem Agile/Lean?

Johanna: Abordagens tradicionais precisam de previsão de ROI, de valor, de custo. Você sabe onde eu quero chegar. É esperado que você preveja tudo para poder tomar uma decisão. Mas como sabemos, não somos muito bons em previsões, certo?

Com uma abordagem Agile/Lean, você não precisa prever muito. Você diz, qual é o trabalho mais importante a ser feito agora? Então nós atribuímos aquele trabalho a um time para uma iteração. Ou, se usarmos Kanban, o time trabalha naquela MMF (Minimum Marketable Feature). Quando o time finalizar, eles trabalham então na próxima funcionalidade. Ou, se usarmos Agile, o time nos mostra uma demo, e nós dizemos: “Ok, qual é o próximo trabalho de mais valor para este time trabalhar?”

Ax: Entendi, já que você estará alocando o time em uma MMF ou iteração, e não em um grande projeto inteiro, o risco de “escolher investir no projeto errado” é reduzido. Muito interessante!

Johanna: Isto é baseado em dados. Nós focamos no trabalho mais estratégico, de mais valor. Eu falo um pouco mais sobre isso no post “Visualizing All the Work in Your Project Portfolio”.

Ax: Quem não pode perder este treinamento?

Johanna: Se você é um gestor e está cansado de ver as pessoas perdendo o tempo com multitasking, você deve participar deste treinamento. Se você é um gestor senior, e quer saber como gerenciar um portfólio de projetos, você deve participar deste treinamento. Se você é um indivíduo que participa de projetos em qualquer posição, e pode sair por dois dias do trabalho, você voltará com ótimas idéias para sugerir ao seu gestor. Se você é um gerente de projetos, você aprenderá como tomar as decisões certas.

Ax: O que os participantes podem esperar do treinamento?

Johanna: Após estes dois dias as pessoas dirão: “Eu realmente me diverti. O treinamento foi bastante interativo. Você deveria ter ido! Eu aprendi muito em dois dias”. Portanto, você deve estar lá.

Ax: Na sua passagem pelo Brasil você também fará uma palestra no Agile Brazil, o maior evento da comunidade brasileira de Agile. Pode nos falar um pouco sobre isso?

Johanna: Eu tenho alguns contatos no Brasil através do Linkedin, mas não sei muito além disso. Não vejo a hora de conhecer muitas pessoas da comunidade brasileira e ver se há algo de diferente entre as outras comunidades que já visitei. Aposto que aprenderei muito e conhecerei muitas pessoas interessantes.

 

Ainda há algumas vagas disponíveis para esta única turma da Johanna Rothman no Brasil, e para evitar que algumas pessoas interessadas fiquem de fora estamos trabalhando com uma condição exclusiva para este treinamento e fazendo o parcelamento em até 12 vezes! Lembrando ainda que cada participante receberá uma cópia do livro “Manage Your Project Portfolio” das mãos da própria autora.

Inscreva-se aqui, ou através do fone (11) 2507-3563.

1 Comentário »

Categorias deste post

Agile, Kanban, Lean, Portfólio, Scrum