Gestão: Quando o planejamento orçamentário é uma barreira para o crescimento?

por Alexandre Magno e Gisele Araújo

O grande desafio dos gestores para este século é aprender reconhecer e a lidar com o nível crescente de imprevisibilidade dos mercados. Seja em questões ligadas a recursos humanos ou financeiros e de produção, os líderes de empresas, cada vez mais, precisam estar preparados para gerenciar crises e adaptar-se constantemente às mudanças econômicas e políticas mundiais que refletem diretamente no dia a dia de cada organização.

Para obter o melhor desempenho possível na economia atual, é preciso que as empresas se libertem das amarras que as ligam à gestão comando-controle, principal método de gestão aplicado no País. Este modelo, tradicional, é baseado na previsibilidade, definição de metas fixas e planejamento antecipado; e representa uma barreira para o crescimento, uma vez que não permite a livre adaptação ou mudança durante o curso de um projeto.

Em sintonia com os empresários que procuram formas mais atualizadas de gestão, foi desenvolvida a teoria Beyond Budgeting, também conhecida como Código Beta, que busca libertar as organizações do estrangulamento causado pela gestão comando-controle e pela própria burocracia interna, tornando-as sistemas capazes de interagir de forma sustentável em sistemas complexos, como a nossa sociedade atual.

Atividades que fazem parte do calendário da maioria das empresas como a elaboração de um planejamento orçamentário anual ou a existência de metas fixas, por exemplo, dizem muito a respeito do baixo nível de adaptação à imprevisibilidade delas. Curiosamente, mesmo depois das recentes crises mundiais, muitas empresas ainda dedicam meses à preparação de planos para o ano seguinte, mesmo sabendo que qualquer problema econômico pode inviabilizá-los definitivamente.

belias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *