A origem do Agile Testing

Origem

Se você já leu algo referente a Agile Testing vai lembrar logo do livro Agile Testing, que foi lançado em 2009, e associar que a origem do termo veio das duas autoras Janet Gregory e Lisa Crispin, certo? Errado!

Em 2002 Bret Pettichord já falava sobre Agile Testing [1] associando ele também com princípios de Context Driven Testing [2]. Na sequência, em 2003 Brian Marick criou o Quadrante de Teste Ágil para distinguir dentro de um processo ágil os testes baseados em negócio e em tecnologia, e os de suporte ao time dos de crítica ao produto.

A Elisabeth Hendrickson em 2008 também já falava sobre Agile Testing na sua palestra Agile Testing, Nine Principles and Six Concrete Practices for Testing on Agile Teams [3].

Lisa Crisprin, em 2002, trabalhou em um time que aplicavam as práticas de XP – Extreme Programming e já começava a criar algumas técnicas de como um testador poderia trabalhar em um time XP. Logo após o primeiro livro formal sobre o assunto foi lançado: Testing Extreme Programmimg [4]. Anos depois ela e a Janet Gregory lançaram o livro Agile Testing que é um compilado das experiências das autoras no processo de transição do Teste Tradicional para o Teste Ágil e como o testador pode ajudar a equipe.
Hoje este livro é a principal referência sobre Agile Testing.

Teste Tradicional x Agile Testing

A imagem abaixo já vai ilustrar uma similaridade e a diferença da adoção de cada abordagem:

origem-agile-testing

origem-agile-testing_2

No projeto por fases podemos ver nitidamente que há uma fase de testes, mas esta depois do desenvolvimento ter sido concluído. A ideia do tamanho das caixas nos passa uma falsa impressão que realmente teremos tempo para testar, mas o que acontece em diversos projetos (até hoje) é a fase de testes ser diminuída e termos uma nova caixa antes da Entrega: o “Teste->Bug->Correção->Reteste” que toma muito mais tempo do que qualquer planejamento inicial de testes.

No Agile os testadores trabalham em cada Interação junto ao time e testam a funcionalidade mesmo quando ela está em desenvolvimento. A funcionalidade/requisito/regra (User Story + Critérios de Aceite) só estarão realmente entregues depois de testado (que são pontos do DoD – Definition o of Done).

___________________________________________________________________________________________________________________

Gostou? Fique ligado no nosso blog que logo logo tem mais!

Não esqueça de deixar seu comentário 😉

Facebook  |  Twitter  |  Linkedin | Youtube

Elias Nogueira

Agile Coach Associado Adaptworks Treinamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *