Gestão de mudanças é um tema que interessa cada vez mais pessoas em diversas especialidades. E no mundo atual, que foi apelidado de VUCA, todos temos um papel muito importante de agente de mudanças.

Mudanças podem ser feitas por diversos métodos e frameworks. Já falamos aqui no blog sobre mudança organizacional e o modelo ADKAR, com o ponto de vista do Jurgen Apello, autor do Management 3.0, para a postura do líder diante da gestão de mudanças.

Hoje, vamos seguir falando sobre essas transformações, com o olhar voltado para a abordagem Lean Change Management. Vamos lá?

Lean Change Management e a gestão de mudanças

Antes de falarmos sobre a gestão de mudanças em si, gostaria de destacar em especial o público que mais comparece aos treinamentos de Lean Change Management, no qual sou o facilitador aqui na Adaptworks.

Confira o compilado dos participantes do workshop e praticantes de Lean Change Management:

gestão de mudanças - lean change
Gráfico inspirado nos resultados do workshop buttler – Agrupado por cargos similares.

 

A abordagem Lean Change Management tem a proposta de provocar e reunir as forças de diversas áreas de atuação, cada um trazendo seu conhecimento e especialidade.

Não estamos dizendo “esqueça tudo o que você aprendeu sobre gestão de mudanças e comece a aprender uma nova teoria, modelo, framework, etc…”, e sim trazendo sugestões de inspirações para uma nova forma de utilizar todo esse conhecimento já disponível sobre mudança social, neurociência, gestão de mudança, agile, gestão de projetos e tudo que vier para somar.gestão de mudanças - lean change management

Então, além de questionar o modelo ADKAR para mudanças – como vimos nesse artigo – vou um pouco além fazendo perguntas para diversos modelos e abordagens de mercado.

Vamos representar isso através da combinação dessas perguntas dentro do ciclo do Lean Change Management.gestão de mudanças - lean change management

Bom, essa é uma visão de questionamentos que podem te ajudar a entender o ambiente e avançar dentro de uma mudança guiada por feedback das pessoas que são diretamente e indiretamente afetadas, mas perceba, eu quis trazer abertura para diversas áreas de conhecimento.

Isso indica que o perfil do agente de mudanças no mundo atual tem uma postura muito mais de FACILITADOR da mudança, extraindo o que há de melhor em todos que estiverem dispostos a levar a mudança para outro patamar.

Se você está fazendo mudança com uma equipe fixa dentro de uma sala e de porta fechada, tome cuidado!

Muitas vezes, a suposta resistência à mudanças pode estar nos próprios gerentes que estão mais preocupados em seguir seu plano do que responder as mudanças ao longo do caminho conforme a reação das pessoas.

Quais outras inspirações você poderia trazer para contribuir com a visão de gestão de mudança?

Aproveite que agora você viu sobre a gestão de mudança com a visão do Lean Change Management e acesse nosso canal do youtube para conhecer mais do tema com o Webinar com Jason Little, autor do livro Lean Change Management.

 

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Menu