O que o mercado espera de um bom treinamento para executivos e gestores?

A necessidade de aumentar a produtividade aliada à preocupação constante de líderes de equipes em reter seus profissionais faz com que o universo corporativo volte suas atenções, cada vez mais, para a especialização e treinamento de suas equipes e gestores.

Diante do aumento de demanda surgem inúmeras teorias e cursos que prometem capacitar líderes para conduzirem seus negócios e times frente à imprevisibilidade do mercado com maior eficiência. Mas como saber diferenciar um bom curso de gestão de um amontoado de dicas pré-formatadas que não se aplicam a todas as empresas?

Segundo Manoel Pimentel, Coach da AdaptWorks, empresa especializada em cursos de gestão e para equipes de TI, o grande segredo para o sucesso de um treinamento é ter um conteúdo interativo, que permita ao aluno compreender a dinâmica do pensamento e aplicá-la à sua realidade, ao invés de apenas absorver teorias prontas. “Nos cursos que ajudo a desenvolver priorizamos a participação e a troca de experiências entre alunos e professores, para que aconteça uma mudança no pensamento. A ideia é ajudá-los a criar mecanismos que possibilitem encontrar suas próprias respostas para cada problema encontrado ao longo do caminho”, explica.

Um treinamento tradicional ou até mesmo um curso de MBA acaba sendo direcionado para o aprendizado de teorias e técnicas, levando a um pensamento quase que mecânico. Ao aplicar o conteúdo aprendido para a solução de um problema real, o profissional percebe que as soluções não podem ser aplicadas de forma repetível, cada desafio está inserido em um contexto diferenciado e, por isso, exige uma abordagem específica.

Para atingir tal objetivo e preparar os alunos para enfrentarem um mercado cada vez mais complexo, a empresa em que Manoel trabalha investe no apelo lúdico e didático dos treinamentos que aplica. “Cada curso pode levar até 2 meses para ser criado”, afirma Pimentel. O processo costuma ter início com uma extensa pesquisa de mercado, nacional e internacional, e observação das práticas profissionais daquele determinado setor.

A partir daí, para embasar o conteúdo teórico do curso, são criadas diversas dinâmicas como o “innovation games”, formatado por Luke Homann com a intenção reproduzir situações complexas do cotidiano com as quais os profissionais costumam se deparar ao longo de suas carreiras. “Criamos o contexto, damos algumas ferramentas e orientações para que os alunos possam encontrar suas próprias soluções, baseadas na verdade de cada organização ou time. No universo corporativo, não existe uma receita pronta para o sucesso ou gestão, cada empresa tem que se especializar para encontrar seu próprio caminho”, esclarece Pimentel.
O sucesso do modelo, que aplica a teoria na prática, tem levado algumas empresas a requisitarem os treinamentos corporativos para seus profissionais, muito em função da necessidade de aprimorar o currículo e reter profissionais do conhecimento, que são estratégicos no atual contexto da economia mundial.

Nenhum comentário »

Categorias deste post

Imprensa, Release

AdaptWorks e Rally reforçam parceria em evento para discutir tendências para o Agile no Brasil

Realizado em São Paulo, na última quarta-feira, o Agile Café reuniu os principais pensadores e profissionais que trabalham com métodos ágeis para uma interessante troca de experiências.

 

Criado para fomentar a discussão entre a crescente comunidade ágil brasileira, a primeira edição do Agile Café foi um sucesso de público. Organizada pela empresa brasileira AdaptWorks, especializada em treinamento e capacitação para o uso dos métodos ágeis, em conjunto com a companhia norte-americana Rally Software, que atua globalmente no desenvolvimento de soluções ágeis corporativas, a série de palestras superou as expectativas ainda na fase de credenciamento e acabou sendo dividida em duas etapas, uma pela manhã e outra à tarde, para acomodar todos os interessados em trocar informações sobre a cultura Agile.

As apresentações tiveram início com uma palestra de Andreano Lanusse, Techical Account Manager da Rally SoftwareAgile Cafe1, que falou sobre a realidade ágil experimentada por sua empresa em todos os níveis e setores, incluindo as áreas de marketing e vendas, por exemplo. Na sequência, Hamilton Fonte, da Abril Mídia, discorreu sobre as dificuldades enfrentadas e soluções encontradas por sua equipe ao desenvolverem o projeto do site da Veja São Paulo utilizando métodos ágeis em uma empresa de visão reconhecidamente tradicional como o Grupo Abril.

Chamando a atenção dos presentes para o aspecto do gerenciamento deste profissional acostumado a participar de decisões e focar a agilidade, o Agile Expert e co-fundador da AdaptWorks, Alexandre Magno, apresentou o conceito de Management 3.0, ou simplesmente Gestão 3.0, onde os profissionais do conhecimento são abordados como tal, substituindo o arcaico modelo de gestão comando-controle.

Antes do painel de discussão, Manoel Pimentel, Coach e Trainer da AdaptWorks, e Luciano Rodrigues, Project Manager, PMP, CSM da Emphasys, mediaram um Lightning Talk sobre suas experiências com a aplicação dos conceitos ágeis.

A programação foi encerrada com os palestrantes reunidos para responder às perguntas dos participantes, que também puderam fazer comentários em relação às suas experiências na utilização do Agile.

Nenhum comentário »

Categorias deste post

Agile, Eventos, Imprensa, Management 3.0, Notícias, Parcerias, Scrum

AdaptWorks fecha parceria com a Rally Software líder em Ágil e amplia área de atuação

“Adaptworks irá fornecer treinamento e coaching para acelerar a adoção de métodos ágeis e uso das ferramentas Rally no Brasil”.

São Paulo, 14 de Janeiro de 2013 – A Adaptworks empresa brasileira especializada em treinamento, coaching, implementação de SCRUM e outras metodologias ágeis, fechou uma parceria com a Rally Software e irá oferecer treinamento e coaching especializado para acelerar a adoção de Agile e Rally pelas empresas.

A Rally Software, fornecedora global de soluções baseadas em nuvem para gestão de desenvolvimento de software Ágil, foi reconhecido como líder em Application Lifecycle Management (ALM) por dois institutos de pesquisa independentes: The Forrester Wave: Application Life-Cycle Management, Q4 2012” em 23 de Outubro de 2012 e Gartner “Magic Quadrant for Application Life Cycle Management” em 5 de Junho de 2012. Mais de 144 mil usuários em 115 países usam a plataforma Rally Agile ALM para alinhar o desenvolvimento de software e os objetivos estratégicos de negócios, facilitar a colaboração, aumentar a transparência e automatizar processos manuais.

 “Através da AdaptWorks oferecemos ao mercado brasileiro um extenso portfólio de serviços, que permitirá aos nossos clientes trazer inovações ao mercado mais rapidamente usando princípios Ágeis e a plataforma Rally Agile ALM”, diz Brendan Walsh, vice-presidente de estratégia internacional. “Nossos clientes em comum e as oportunidades no mercado brasileiro são um reflexo da adoção global e contínua das práticas ágeis.”

“Trata-se de uma parceria onde ambas as empresas só têm a ganhar, somamos em expertise, temos um portfólio de serviços complementar e nosso conhecimento do mercado local, clientes e canais de marketing estão alinhados com o foco e missão da Rally de servir sua base de clientes globais e ajudá-los a transformar a forma com que as empresas gerenciam o ciclo de vida de desenvolvimento de software.”, analisa Alexandre Magno, sócio-fundador e diretor da Adaptworks.

Rally Software e AdaptWorks estão planejando uma série de eventos no Brasil, já iniciando no mês de março com uma série de Webinars sobre métodos ágeis e a plataforma Rally Agile ALM. As inscrições estarão abertas em breve no sitehttp://www.rallydev.com/br. Os interessados em conhecer mais sobre métodos ágeis e a solução Rally Agile ALM podem entrar em contato através do site: www.adaptworks.com.br

Nenhum comentário »

Categorias deste post

Agile, Coaching, Imprensa, Notícias, Parcerias, Release, Scrum

Scrum é destaque na Info Exame de agosto

[img:282.jpg,thumb,alinhar_esq_caixa]A Info Exame, principal publicação da área de tecnologia no Brasil, deu destaque na sua edição de agosto para o framework Scrum. Com uma matéria entitulada “Você está pronto para Scrum?” a revista explora o quanto este framework vem se destacando nas empresas brasileiras e o quanto o mercado está carente de profissionais com experiência em sua aplicação. Alexandre Magno, diretor da AdaptWorks, foi entrevistado para a matéria e falou um pouco sobre como Scrum transformou o resultado dos seus projetos, o que consequentemente deu um novo rumo a sua carreira. A matéria conta ainda com um trecho entitulado “Procura-se ScrumMaster!” onde é comentado que o ritmo de adoção das metodologias ágeis no Brasil é maior do que o mercado de trabalho pode oferecer. Alexandre cita que é bastante procurado por headhunters que querem indicação de profissionais com experiência em Scrum, mas revela que o mercado ainda está em fase de transformação e que estes profissionais, que devem agir como agentes de mudança nestas empresas, ainda são raridade no mercado.
No final a revista deixa uma mensagem para quem não está empregado, ou procurando melhores oportunidades, ou ainda está na faculdade: além de correr atrás de uma certificação, começar a estudar e aplicar a filosofia dos métodos ágeis em seus projetos pessoais.

1 Comentário »

Categorias deste post

Certificação, Imprensa, Scrum