Um tema que muitos tem falado, mas poucos tem entendido. Leia neste artigo simples e objetivo o que é RH Agil.

Definitivamente um das perguntas mais proferidas nos dias de hoje: O que é o RH Ágil? 

Muito mais importante do que uma “modinha” ou buzz word, ele veio para ficar. 

De onde veio essa ideia

O agile nasceu oficialmente em 2001 através do Manifesto Ágil, trazendo na sua essência o desenvolvimento de software, pregando a colaboração entre times de tecnologia e pessoas de negócio. 

Após a primeira década de agilidade nós começamos a presenciar a disseminação da agilidade em outras áreas das empresas.

Ela foi se alastrando em mais times, atingiu áreas de negócio, financeiro, C-Level e agora a bola da vez é o RH. 

RH habilitador da Agilidade

Muitas empresas têm se deparado com uma série de barreiras durante a sua jornada de transformação ágil.

Considerando o poder de alcance em todas as áreas da organização e a sua notada habilidade em lidar com pessoas, o RH passa a ser peça fundamental para remover estes impedimentos, alavancar a mudança e gerar valor para a organização. 

Mas de fato o que realmente significa recursos humanos trabalhando com agilidade? 

Bom, o pensamento Lean-Agile fala de eficiência e eficácia e nós podemos aplicar este conceito para entender melhor o que é o RH Ágil.  

Eficiência e Eficácia

Os conceitos de eficiência e eficácia não são novos, vale lembrar que eficiência é “fazer certo as coisas” e eficácia é “fazer a coisa certa”.

Eficiência: Foco no processo e metodologia 

Aqui podemos citar alguns exemplos: 

  • Podemos adotar um quadro kanban para visualizar e melhorar o fluxo de contratação; 
  • Adotar a prática de retrospectivas para melhorar continuamente; 
  • Aplicar ferramentas de delegação e descentralização da tomada de decisão. 

Todas estas práticas ágeis (e inúmeras outras) são extremamente valiosas para melhorar o trabalho, mas o pensamento Lean-Agile nos convida a questionar se este processo, ou a aplicação destas práticas, gera valor. 

E é aqui que entra a eficácia. 

Eficácia: Foco na geração de valor 

Bom, aqui temos um campo aberto para alguns temas valiosos: 

  • Novas formas de motivação e recompensa; 
  • Questionamento dos modelos tradicionais de recompensa e carreira; 
  • Criação de um ambiente resiliente e tolerante a falhas; 
  • Trabalhar com a diversidade; 
  • Aprendizagem organizacional; 
  • Democratização do coaching para diferentes níveis e não apenas para a alta gestão; 
  • Preocupação com toda a jornada do colaborador; 
  • Employer Branding, sua empresa como marca empregadora 

RH que gera valor

Tá, mas como o RH pode gerar valor para a organização e deixar de lado de vez, aquela velha postura de área de suporte?

Quando o RH atua para gerar valor:

  • Para o colaborador, que agora se sente parte de um ambiente que permite o seu desenvolvimento profissional e como ser humano, além de ter um propósito definido e mais claro.
  • Para o cliente porque organizações ágeis se beneficiam da diversidade e de ambientes mais colaborativos para gerar soluções inovadoras. 
  • Para a Marca da sua organização, que agora passa a ser mais valorizada por clientes, colaboradores e talentos. 

É claro que tudo isso envolve uma série de ações e mudanças organizacionais e sozinho o RH não terá sucesso.

É preciso ter uma liderança que respira o Mindset Ágil e inspira a mudança, e este agente de mudança, é claro, também pode ser o RH.

Pois é, chega de encaixotar os recursos humanos na folha de pagamentos, cargos, salários e benefícios.

O RH é protagonista! 

Então, gostou do nosso artigo sobre o que é o RH ágil? Comente, deixe seus comentários abaixo. Obrigado e até a próxima!

Diego Bonilha

Sou formador oficial da ICAgile na trilha Agile Coaching Expert e SPC (SAFe Program Consultant) oficial. Tenho experiência como desenvolvedor, líder, gerente de projetos e Scrum Master. Agilidade em escala e novos modelos de gestão em um mundo em constante evolução são assuntos que me fascinam e por isso busco. apoiar a mudança organizacional das grandes empresas em diferentes níveis

Este post tem um comentário

  1. Uma dúvida que tenho a respeito desse assunto é como as pessoas são avaliadas e reconhecidas? Quem decide pela valorização das pessoas?

Deixe uma resposta