Todos nós sabemos a importância e as competências que envolvem o papel do Scrum Master no SAFe. 

O que talvez você ainda tenha dúvida, é com relação aos seus desafios e atribuições no contexto SAFe.

Cerimônias do Scrum Master no SAFe

Obviamente o Scrum Master no SAFe continua colocando todo o seu conhecimento a disposição do time, exatamente como faz um líder servidor.

Entretanto, quando estamos em uma estrutura escalada como o SAFe, o Scrum Master tem alguns eventos e responsabilidades adicionais e é exatamente isso que vamos explicar na sequência. 

Além das famosas cerimônias Iteration Planning, DSU, Iteration Review, Refinement e Iteration Retrospective, que são específicas dos Agile Teams, o SAFe convoca os Scrum Masters para outras cerimônias que garantem planejamento, alinhamento e andamento do ART (Agile Release Train): 

PI Planning

Durante a PI Planning os times têm as agendas de Team Breakouts.

Estes momentos são reservados para os times criarem planos de trabalho (em alto nível) para toda a PI  (Program Increment) 

Certamente surgirão dependências com outros times, dúvidas técnicas, necessidade de entendimento e/ou quebra de alguma feature ou história.

O Scrum Master no SAFe não é necessariamente a pessoa que vai resolver tudo, seu papel é criar as condições para que as pessoas estejam alinhadas e tomem as melhores decisões.

Para isto é necessário que ele articule dentro e fora do seu time. 

Um bom Scrum Master tem trânsito livre entre System Architects, System Teams, Product Owners e Product Managers.

E, para ser bem explícito, além de acionar, você também pode ser procurado.

Lidere pelo exemplo, exercitando também a sua abertura quando outras partes trouxerem problemas para você. 

É preciso também manter o foco das pessoas, atenção ao tempo e objetividade nas discussões. 

Lembre-se de todas as habilidades que compõe a competência de facilitação porque aqui elas podem ser colocadas a prova. 

SoS (Scrum of Scrums) 

Neste encontro semanal um Scrum Master no SAFe leva progresso e impedimentos em alto nível para o RTE. 

Os Scrum Masters precisam adotar a mesma objetividade, comprometimento e bons comportamentos que tanto perseguem na Daily Stand-up. 

É hora de dizer se existe algo que impacta o ART, hora também de se colocar a disposição para colaborar com os demais Scrum Masters. 

System Demo 

O Scrum Master já pensa na System Demo durante a Iteration Planning do time. É preciso reservar algum tempo para isso. 

A System Demo não é apenas uma agenda de demonstração.

Ela é reflexo de um trabalho diário entre times devidamente alinhados aos conceitos do SAFe. 

Ela ocorre como uma consequência de várias iniciativas: integração contínua, atuar de fato em pequenos lotes de trabalho, build-in quality e por fim, sistema funcionando. 

Um bom Scrum Master no SAFe joga luz em tudo isso e fomenta práticas de automação, comunidades de prática, sugerem métricas de qualidade e promove ritmo sustentável de trabalho. 

Inspect & Adapt

Ao final de uma PI, os times têm a oportunidade de refletirem a respeito dos aprendizados, dificuldades e melhorias, porém em um contexto de Agile Release Train. 

Neste momento o Scrum Master ajuda o time a pensar em melhorias sistêmicas, discutindo práticas e ideias que podem alavancar todo o Trem (Train).

Conclusão

O Scrum Master no SAFe tem que respirar o conceito “time de times”.

Então, cuidado com aquele famoso jargão dos Scrum Masters de “blindar o time”.

Precisamos da colaboração entre eles, senão, nada feito!  

O SAFe já tem na sua definição cadência e sincronização e os Scrum Masters precisam negociar, remover impedimentos, se comunicar com o RTE e apoiar os POs e a sua comunicação o tempo todo. 

A própria definição de um líder servidor já diz que ele é alguém que pensa além do dia-a-dia, isto envolve pró-atividade, boa comunicação e articulação. 

Agora, depois de ler este artigo, concorda que os princípios do Scrum Master no SAFe são levados para outro patamar muito além de um Scrum Master de um time sem ágil escalado? 

  • Coragem 
  • Comprometimento 
  • Foco 
  • Respeito 
  • Abertura 

Isto é assunto para um próximo post. Espero que tenha gostado. Deixe seus comentários abaixo!

Até lá! 

Scrum Master

Diego Bonilha

Sou formador oficial da ICAgile na trilha Agile Coaching Expert e SPC (SAFe Program Consultant) oficial. Tenho experiência como desenvolvedor, líder, gerente de projetos e Scrum Master. Agilidade em escala e novos modelos de gestão em um mundo em constante evolução são assuntos que me fascinam e por isso busco. apoiar a mudança organizacional das grandes empresas em diferentes níveis

Deixe uma resposta