SAFe e Scrum são métodos utilizados nas empresas para garantir agilidade no desenvolvimento de produtos e estratégias de negócios. Muitas empresas que usam o SAFe também usam o Scrum já que um não descarta o outro.

Vamos entender melhor sobre a diferença entre a visão de produto entre SAFe e Scrum?

A principal explicação é simples: no caso do SAFe existem duas figuras que dividem papéis e responsabilidades sobre a visão do produto: o Product Manager (PM) e o Product Owner (PO).

Product Manager (PM)

Product Manager

O Product Manager é um profissional que está mais focado em descobrir a necessidade do cliente. Enquanto o PO está voltado a resolver problemas que já são conhecidos, muitas vezes apontados pelo PM. Vamos detalhar a seguir.

O SAFe possui uma visão ampla do produto, é um método ágil em escala e direcionado para médias e grandes empresas. Ele tem uma divisão entre estratégia do produto e execução da criação daquele produto.

Sendo assim, no SAFe, o PM está atento ao mercado e ao consumidor, tentando entender as necessidades e traçando estratégias.

PRODUCT OWNER (PO)

Product Owner

E o PO acompanhando o time de entrega e atendendo a necessidade do cliente. O Product Owner está focado em como fazer com que a estratégia de produto definida ocorra de forma efetiva dentro dos times e também para a resolução de problemas.

Já quando usamos apenas o Scrum, toda a responsabilidade sobre a visão do produto cabe a um único profissional, que é o PO, responsável por cada etapa da visão do produto desde o início, quando ele é uma possibilidade para atender alguma demanda do mercado ou oportunidade, até a estratégia, o acompanhamento, a entrega e execução.

É importante destacar que a visão do produto no Scrum é o objetivo maior a ser alcançado.

Vale também salientar que embora a responsabilidade seja do Product Owner, ele não precisa trabalhar sozinho: pode e deve envolver suas equipes ao longo de todas as etapas de desenvolvimento do produto.

Gostou da dica?
Continue acompanhando nosso blog para ter mais sugestões de como aplicar esses conceitos e práticas na sua empresa.

Rodrigo Costa

Atuo diretamente na transição e experimentação ágil em diferentes organizações. Experiência profissional em TI em diversos segmentos, minhas principais certificações: SPC4 (SAFe Program Consultant), SAFe Agilist (SA), SSM e POPM pela Scaled Agile; ICP (Instructor Authorization) e Certified Agile Professional pela ICAgile.

Deixe uma resposta