Você já ouviu falar no método Kanban? Sabia que ele pode ser a solução para os entraves da sua empresa?

Vamos conhecer um pouco mais sobre este método de trabalho que melhora o fluxo da produção, evita a sobrecarga dos colaboradores e garante a entrega com qualidade do produto final ao cliente.

método Kanban

Para começar, vale dizer que o Kanban pode ser adotado por qualquer empresa: desde as menores até as grandes empresas.

Em 2010, quando o método foi introduzido, era aplicado em sua maioria nas empresas do setor de Tecnologia da Informação, mas, atualmente, é usado pelos mais diferentes segmentos, como agências de marketing, recursos humanos, mídia e serviços de design, suporte ao cliente e educação.

O Kanban é conhecido como uma ferramenta de desenvolvimento organizacional adotada por empresas que buscam agilidade nos seus processos. Também pode-se dizer que é uma abordagem de gestão aplicada a um processo de trabalho já existente na empresa.

Se você quer adotar o Kanban, “comece com o que você faz hoje”, colocando um quadro em que todos os colaboradores tenham acesso e usando colunas para cada etapa da produção de seu produto ou serviço.

adotar o kanban – comece com o que faz hoje

Outra característica importante do Kanban é “concordar em buscar a melhoria por meio da evolução”, para isso controle os estágios da produção e readeque sempre que necessário, utilizando muitas vezes um processo de colaboração entre os membros da equipe, mesmo fora da sua especialidade. Desta forma, você evita que um membro da equipe esteja sobrecarregado e outro ocioso, por exemplo.

Nesta etapa é importante: visualizar o processo, limitar o trabalho em andamento e gerenciar o fluxo. Além disso, tornar as regras explícitas para o time, estabelecer ciclos para o feedback e melhorar os processos coletivamente.

O método gera resultado por meio de percepções obtidas pelo time envolvido e atitudes observadas que podem ser adotadas para melhorar os fluxos, então “incentivar atos de liderança em todos os níveis” fazendo com que todos se sintam “donos” do processo e do resultado gerado é essencial.

práticas gerais do kanban

A equipe também deve ter em mente que é preciso compreender e focar nas necessidades e expectativas do cliente, gerenciar o trabalho, deixando as pessoas se auto-organizarem em torno disso; e revisar regularmente a rede de serviços e suas políticas em busca de melhores resultados.

E aí, gostou do método Kanban? O que acha de aplicá-lo na sua empresa? Fique atento ao conteúdo do blog da Adaptworks! Até a próxima!

Rodrigo Costa

Atuo diretamente na transição e experimentação ágil em diferentes organizações. Experiência profissional em TI em diversos segmentos, minhas principais certificações: SPC4 (SAFe Program Consultant), SAFe Agilist (SA), SSM e POPM pela Scaled Agile; ICP (Instructor Authorization) e Certified Agile Professional pela ICAgile.

Deixe uma resposta