O mercado de tecnologia segue em expansão. O setor foi impulsionado pela pandemia do novo coronavírus onde as relações ficaram ainda mais digitais, inclusive com um movimento de grandes empresas de diferentes segmentos que migraram para a modalidade de home office e até mesmo da educação à distância.

E este comportamento tem gerado maior demanda de mão de obra especializada na área. Nesse contexto, está sendo cada vez mais valorizada a questão das certificações principalmente na área de metodologias ágeis.

Maria José Passos é coordenadora de treinamentos do CITS, uma Managed Service Provider, que presta serviços na área de Tecnologia da Informação para ambientes corporativos, independente do porte e segmento.

Para ela, as certificações são como uma espécie de validação do conhecimento e uma empresa com profissionais certificados passa mais credibilidade para o cliente final.

As certificações podem ser um diferencial e uma maneira de se destacar em um mercado tão competitivo. Elas passam a mensagem de que aquele funcionário está correndo atrás, é engajado e busca valorização profissional”, diz Maria José

Gerente de projetos do CITS, Orlando Brenner, lidera uma equipe de 30 pessoas certificadas em diferentes níveis: do inicial ao avançado e acrescenta que as certificações garantem que o profissional foi capacitado por uma escola séria.

Significa que ele tem aquele conhecimento necessário para ocupar determinada vaga e que foi testado por uma empresa referência por aquele treinamento”, afirma.

Nos editais e licitações também têm sido exigidos profissionais com certificações. Quando a empresa investe nessa mão de obra experiente acaba gerando mais competitividade na hora da concorrência.

Segundo Orlando, a certificação também é vista como critério de desempate na hora de selecionar o profissional.

Nivelamento da mão de obra

Certificações no mercado de trabalho

Um profissional que já possui certificação tem o diferencial competitivo na hora de concorrer às vagas do mercado de trabalho.

Porém, as empresas também reconhecem cada vez mais a importância de valorizar sua mão de obra e de reter os profissionais em uma área onde há muita rotatividade como a de Tecnologia da Informação.

Diante do aumento crescente da necessidade de profissionais dessa área e a escassez dessa mão de obra, uma das alternativas é oferecer as certificações.

O CITS é uma das empresas que investe no treinamento dos profissionais a fim de que tenham a certificação necessária para a área de atuação e também para nivelamento técnico dos times.

Um cenário onde ambos são beneficiados: a empresa que tem a mão de obra qualificada e garante a vantagem competitiva em concorrências de editais e o profissional que tem seu trabalho reconhecido e valorizado.

Adaptworks

@Adaptworks

Deixe uma resposta