O Scaled Agile Frameworks (SAFe) também tem os seus dez “mandamentos”. São princípios básicos e irrevogáveis que regem o método. Você os conhece? É isso que vamos mostrar hoje!

Mas, antes de detalhar cada um destes princípios, é importante explicar a importância destes preceitos. Os conceitos básicos evoluíram a partir da observação de exemplos bem sucedidos e são fundamentais para que o conjunto de conhecimentos seja seguido à risca. Ou seja: seguir os princípios do Scaled Agile Framework (SAFe) garante o sucesso do método.

Agora, confira cada um destes “mandamentos”:

1. Ter visão econômica

Visão Econômica

Toda decisão tomada no dia a dia deve levar em conta um contexto econômico, que engloba a entrega de valor e um quadro mais amplo para todo o fluxo. Isso leva em conta as trocas entre riscos e custos de atraso, fabricação, operacional e de desenvolvimento. Todo fluxo de valor observa o orçamento aprovado e precisa estar em consonância com as grades de proteção que apoiam a tomada de decisão.

2. Aplicar o pensamento sistêmico

Pensamento Sistêmico

Enfrentar os desafios no trabalho exige compreensão dos sistemas, que são complexos e contam com muitos componentes inter-relacionados. Para otimizar o sistema, todos precisam compreender o objetivo maior do sistema.

3. Variabilidade

Variabildiade

Preserve as opções. Manter vários requisitos e opções por um período mais longo tornam o sistema mais adaptável. Isso é muito útil caso o sistema que você estiver utilizando não se mostrar o mais adequado: dá para ajustar e chegar no ponto certo.

4. Incremente com ciclos rápidos e integrados

Ciclo Rápidos

O desenvolvimento de soluções com interações curtas permite feedbacks mais rápido do cliente e reduz riscos.
Alguns incrementos podem ser usados como testes e validação de mercado, e outros se tornam produtos mínimos viáveis. Há, ainda, outros que estendem o sistema, com novas funcionalidades.

5. Baseie os marcos na avaliação objetiva dos sistemas

Marcos na Avaliação

Todos os envolvidos no processo têm a incumbência de garantir que o investimento em soluções proporcione dividendos econômicos. Para isso, foi criado o modelo sequencial de passagem de fase. Mas cuidado: ele não mitiga totalmente o risco. Por isso, o lean-agile fornece marcos objetivos para avaliar a solução ao longo do ciclo de vida de desenvolvimento.

6. Trabalho enxuto

Trabalho enxuto

Visualize e limite a quantidade de trabalho em processo (WIP), aumentando o rendimento e limitando a demanda à capacidade; reduza os tamanhos dos lotes de trabalho, para facilitar o fluxo; e gerencie os tamanhos das filas para reduzir tempo de espera.

7. Sincronização

Sincronização

Criar uma cadência gera previsibilidade e dá ritmo ao trabalho feito. A sincronização permite que todas as perspectivas sejam entendidas, resolvidas e integradas.

8. Destrave a motivação

Destrave a motivação

É preciso proporcionar autonomia e propósito, minimizar as restrições, criar ambiente de influência mútua e entender o papel da remuneração. Estes pontos são chaves para que os funcionários se engajem no objetivo da empresa.

9. Descentralize

Descentralização das decisões

Crie uma estrutura de tomada de decisões confiáveis. Para alguns casos, é preciso descentralizar, para melhorar o fluxo de desenvolvimento, permitir feedback rápido e criar soluções inovadoras. Mas há outros casos estratégicos que demandam decisão centralizada. Saber dividir é chave para melhorar os processos.

10. Organização em torno do valor

Valor para o Cliente

Na era digital, a vantagem competitiva sustentável é a velocidade com que a empresa pode responder às necessidades dos clientes, com soluções inovadoras. Agilidade exige que as empresas se organizem em torno do valor.

Gostou do 10 princípios do Scaled Agile Framework (SAFe)? Você também pode conhecer mais neste artigo que explica como sugiu o SAFe ou no próprio site da Scaled Agile.

Até a próxima!

Alaide Pitombeira

Mais de 5 anos de experiência profissional com agilidade e 15 anos atuando em TI em diversos segmentos: industrias, banco, projetos para governo. Scrum Master, SAFe Agilist, ICP (instructor Authorizagtion) e Certified Agile Coach pela ICAgile"

Deixe uma resposta